Mesquitense é Bronze no Parapan

A Seleção Brasileira de Rugby em Cadeiras de Rodas conquistou no último sábado (9) o terceiro lugar e a medalha de bronze no Campeonato das Américas (Parapan 2017), em Assunção no Paraguai.  Foi um placar acirrado 48×42, contra a Colômbia, mas o Brasil mostrou porque tem um dos melhores jogadores do mundo. Para orgulho da Baixada Fluminense e para a cidade de Mesquita, o paratleta, Júlio Braz, foi um dos destaques da competição.

Com apenas 26 anos, Júlio foi descoberto pela Associação de Deficientes Físicos (ASSIDEF), em Mesquita e hoje joga pelo Minas Quad Rugby, onde é Bicampeão Brasileiro. O atleta foi também o primeiro da Baixada a participar das Paralímpiadas no Rio de Janeiro, no ano passado (2016), onde ficou com a oitava colocação.

Julio hoje está entre os dez melhores atletas do mundo, em sua categoria e o melhor do Brasil. O jovem nasceu com má formação congênita, nas pernas e na mão direita, mas isso nunca foi motivo para baixa estima e depressão. Sempre adepto de esportes, andava de skate, bicicleta, nadava , jogava bola com pessoas sem nenhuma deficiência e handebol adaptado.  Funcionário da prefeitura de Mesquita/RJ, onde alterna sua carreira pública com os treinamentos de Rugby e também de Jiu Jitsu adaptado.

“Conquistar essa medalha e essa colocação foi muito importante pra mim e para a modalidade no Brasil. Quero agradecer aos meus colegas do time e a equipe da Associação Brasileira de Rugby em Cadeiras de Rodas (ABRC) que acredita em meu potencial. Tenho certeza que esse bronze é só um começo para o ouro. Parabéns equipe, parabéns Brasil”, destacou Júlio.

Em apenas três anos de carreira, Júlio, também já participou do Metro Cup, em Varsóvia, na Polônia e já recebeu vários prêmios de atleta revelação e artilheiro de competições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *