Terceira Idade aprende a cultivar horta

Falta de um quintal espaçoso não é motivo para não cultivar sua própria horta. Até mesmo casas com pouco espaço e pequenos apartamentos também podem ter seu cantinho verde. Na manhã desta quinta (28), idosos de Queimados, na Baixada Fluminense, se reuniram para aprender um pouco mais sobre Horta Suspensa. O encontro foi realizado no Centro de Esportes e Lazer da Terceira Idade (CELTI).
 
A iniciativa da palestra de orientação sobre o tema, foi a partir da ideia de ter uma horta no CELTI, cuidada pelos próprios idosos. O Secretário municipal de Assuntos Institucionais e Estratégicos, Carlos Albino, afirmou que a horta serve não só para o consumo, mas também tem seu papel psicossomático, como uma terapia para a terceira idade.  “As hortas acabam somando positivamente na nossa saúde e, por isso, nós queremos incentivar os nossos idosos a interagirem com o verde”, conta animado.
 
Durante o evento, foi explicado cada passo do cultivo, desde a semente até a colheita, sempre enfatizando a importância da iluminação para o sucesso da horta. Os idosos aprenderam, inclusive, a particularidade de cada planta como alecrim, manjericão, alface, brócolis e couve.
 
Cremilda Brum, de 74 anos, foi até a palestra porque sempre gostou muito de plantas, e também viu no evento uma oportunidade de aprender: “Eu vim aqui, primeiramente porque adoro estar aqui, e, em segundo lugar, porque fico muito animada em aprender sobre plantas. Eu pretendo plantar tomate cereja na minha casa, eu adoro”, disse a idosa.
 
​Já Rita de Cássia, de 60 anos, que é portadora de Parkinson, se diz apaixonada pelas verduras e legumes, e contou como a alimentação tem ajudado no processo de estabilização da doença, e que,  por isso, ela ficou tão animada em montar sua própria horta. “Eu tenho uma vida normal, desde que vim pra esse espaço de terceira idade. Eu tenho certeza que ter a minha horta vai ser a terapia dentro da minha casa. Eu já tenho tudo o que é preciso, agora é só começar”, conta.
Fonte: Prefeitura de Queimados
Foto:  Thiago Loureiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *