Meio Ambiente apura crime Ambiental

As equipe de Fiscalização e Guarda Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente apreenderam nesta quarta (17), 21 réplicas de fuzil, uma espingarda de chumbinho e 10 rádios transmissões, durante a operação para apurar uma denúncia de desmatamento e movimentação ilegal de terra, no Cantinho da Vovó, em Mauá.

A Guarda Municipal encontrou no local duas guaritas com duas réplicas de fuzil, que foram encaminhadas para a 66ª Delegacia de Polícia, em Piabetá. “Nossa guarda recebeu a denúncia e imediatamente agimos, constatamos crime ambiental na área. Então fomos até a delegacia para apresentar o material apreendido. Não podíamos abrir os galpões, porque não tínhamos ordem judicial. Policiais civis nos acompanharam até o local e identificaram o depósito”, explicou Miro Amorim, secretário de Meio de Ambiente.

Os policiais abriram os galpões e encontraram mais réplicas de fuzil, uma espingarda e os rádios transmissores. O delegado Antonio Silvino da 66ª DP, contou que dois pedreiros afirmaram que a obra é uma de igreja chamada MTDV e o pastor responsável não estava no local. “Um dos pedreiros disse que as réplicas eram utilizadas nas encenações do movimento de resgate de drogados, realizado dentro da igreja”, esclareceu. “O material foi apreendido, vamos apurar a procedência e descobrir para que as réplicas eram usadas. Infelizmente, os simulacros não caracterizam crime, mas estamos apurando”, finalizou.

Fonte: Ascom Prefeitura de Magé

Fotos: Gerson Peres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *